Farmácia Municipal Fev 13, 2020 Crédito: Eduardo Wachholtz / RVA

Secretária interina da Saúde projeta regularização do estoque da Farmácia Municipal nas próximas semanas

Falta de medicamentos na Farmácia Municipal de Venâncio Aires tem gerado diversos debates nas redes sociais

- Foto: Assessoria de Imprensa

A falta de medicamentos na Farmácia Municipal de Venâncio Aires tem gerado diversos debates nas redes sociais e o assunto foi alvo de polêmica em sessões da Câmara de Vereadores. Em material enviado para os veículos de comunicação, a secretária interina da Saúde, Marion Kist, rebateu as críticas, destacou números e projetou a regularização dos serviços nas próximas semanas.

Conforme Marion Kist, alguns itens faltaram nos últimos meses por conta da parada que os laboratórios: “Dentro desse universo de 16 milhões de unidades distribuídas, poucos itens faltaram em dezembro e janeiro em razão da própria parada que esses laboratórios têm na fabricação dos remédios e das férias coletivas dos funcionários […] a gente atribui isso também a burocracia para fazer as atas de registros de preço. Isso acontece aqui e em outros municípios”.

De acordo com a fala da secretária interina da Saúde, a regularização dos serviços vai ocorrer nas próximas semanas. “Segundo as informações, no início de março, todos medicamentos vão estar disponíveis para a população. Em relação a falta de medicamento Carbonato de Lítio, isso aconteceu em função da falta da matéria que integra a composição […] tende a ser regularizado até início de abril”, explicou.

 

Farmácia Municipal em números

Durante visita à Farmácia Municipal, os números do espaço foram apresentados para a secretária interina da Saúde. Conforme disponibilizado, a mais de quatro mil pessoas são atendidas por mês. Por ano, são 16 milhões de itens básicos distribuídos para a população. Além dos medicamentos, são distribuídos também, cerca de 15 produtos hospitalares.

 

c