Venâncio Aires Jan 14, 2020 Crédito: Veridiana Röhsler / RVA

Iniciam serviços para pavimentação de trecho em Vila Deodoro

Empresa começou os trabalhos na manhã desta terça-feira, fazendo as demarcações na pista

- Foto: Assessoria de Imprensa / PMVA

Moradores de Vila Deodoro estão atentos às datas de previsão para início dos trabalhos de asfaltamento na localidade. Em dezembro, a Administração Municipal anunciou que as obras de pavimentação começariam neste mês de janeiro, possivelmente no dia seis. Até a manhã desta terça-feira, dia 14, no entanto, os serviços não tinham sido percebidos pela comunidade. Inclusive, uma moradora do distrito entrou em contato com a reportagem da RVA para pedir informações sobre prazos. 

Nós procuramos o prefeito Giovane Wickert para saber detalhes do projeto. O gestor conversou com a empresa Giovanella, de Lajeado, vencedora da licitação, e soube que ainda pela manhã, uma equipe responsável pelos serviços já estava no local iniciando o trabalho. “Neste exato momento, as obras de Vila Deodoro se iniciam. A empresa Giovanella está colocando as demarcações. As máquinas chegam a partir da semana que vem, mas o trabalho já começou”, anunciou o prefeito, na manhã dessa terça.

O asfaltamento em Vila Deodoro ocorre a partir de liberação de emenda parlamentar do deputado Heitor Schuch (PSB), no valor de R$ 394 mil. A pavimentação vai abranger uma extensão de 240 metros. Ainda há expectativa para a liberação de outra emenda do deputado, para a segunda etapa da pavimentação em Deodoro. No trecho dois serão asfaltados 140 metros.

Obras na cidade

Outro anúncio feito pelo prefeito Giovane Wickert à reportagem da RVA, é que, na cidade, seguem as obras realizadas pela Corsan. Existia a possibilidade de parada dos serviços, caso seguisse a falta de água no bairro Cidade Alta, o que não tem mais acontecido, de acordo o prefeito: “a gente estabeleceu um prazo com limite até o dia 31 de dezembro e, se no dia primeiro de janeiro estivesse faltando água, iríamos trancar todas as obras da Corsan”. Como não houve mais falta de água na região alta da cidade, os trabalhos continuam". 

 

c