ESTIAGEM Jan 10, 2020 Crédito: Eduardo Wachholtz / RVA

Defesa Civil projeta estiagem até início de março e alerta para risco de desabastecimento de água

Falta de chuva pode levar ao desabastecimento de água para o consumo humano e para geração de energia elétrica

- Foto: Leandro Osório / Assessoria de Imprensa

A Defesa Civil Estadual acompanha os efeitos da estiagem enfrentada por diversos municípios do Rio Grande do Sul e projeta que o clima seco e quente do verão gaúcho deve se estender até o início do mês de março. Em entrevista à reportagem da Rádio Venâncio Aires, o sub-chefe Rodrigo Dutra aindaalertou que o risco de desabastecimento de água não está descartado para fevereiro.

Conforme Dutra, a quantidade de chuva está dentro da média prevista para o período. A anormalidade que aconteceu é que, nos últimos oito anos, não foram registradas estiagens relevantes no estado. Considerando os modelos meteorológicos, os baixos volumes de chuvas devem se estender até o início do mês de março.

A falta de chuva, segundo o sub-chefe da Defesa Civil Estadual, pode levar ao desabastecimento de água para o consumo humano e para geração de energia elétrica no próximo mês. “Se a curva de tendência da estiagem permanecer como estamos observando aqui até final de fevereiro, essa possibilidade não está afastada”, disse.


 

c