Rio Grande do Sul Mai 18, 2019 Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

Sede do governo estadual, Palácio Piratini completa 98 anos de história

Prédio em estilo neoclássico tem influência francesa marcante, começando pelo arquiteto: Maurice Grass

- Foto: Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Um dos principais símbolos arquitetônicos do Estado está de aniversário. Sede do Poder Executivo gaúcho e também residência do governador Eduardo Leite, o Palácio Piratini comemora 98 anos neste 17 de maio. Imponente, o prédio em estilo neoclássico chama a atenção por sua beleza e sofisticação. E a influência francesa é marcante, começando pelo arquiteto: Maurice Grass.

No saguão principal, uma escadaria de mármore francês leva ao gabinete do governador e também aos salões Negrinho do Pastoreio e Alberto Pasqualini. É no andar de cima que estão algumas das obras mais importantes da nossa história, como o mural "A formação do RS", pintada pelo artista italiano Aldo Locatelli, entre 1951 e 1955.

Além dos lustres, que são réplicas do Palácio de Versalhes – um deles chega a pesar uma tonelada –, o prédio também conta com esculturas de Paul Landowski, criador da estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Outro destaque são os carros Stutz Model M, de 1928, e Ford Model T, de 1919. Essas e outras relíquias podem ser conferidas por meio de visitas guiadas, de segunda a sexta-feira (mais informações abaixo).

Idealizado pelo governador Júlio de Castilhos, o Palácio Piratini começou a ser construído em 1896. Com a morte de seu mentor, as obras ficaram paralisadas por 13 anos. O trabalho de construção do prédio foi reiniciado em 20 de setembro de 1909, já sob a administração de Carlos Barbosa, e foi inaugurado em 17 de maio de 1921, quando Borges de Medeiros era o chefe do executivo gaúcho. Como a ala residencial só ficou pronta sete anos depois, o primeiro morador foi o então governador Getúlio Vargas, que residiu entre 1928 e 1930.

Como visitar o Piratini

Guiadas e gratuitas, as visitas são de segunda a sexta-feira pela manhã (9h30, 10h30 e 11h30) e pela tarde (14h, 15h, 16h e 17h). Basta chegar uns minutos antes.

Grupos acima de dez pessoas e escolas precisam agendar pelo telefone (51) 3210-4168. Horários e roteiros podem mudar de acordo com a agenda do governador.

 

 

c