IFSUL Mai 17, 2019 Crédito: Eduardo Wachholtz / RVA

Estudantes do IFSUL viajam a Malta em outubro onde participam de congresso internacional

Gabriel Gusson, Jeferson Ribeiro, Samuel Teixeira e Theo de Lima buscam angariar fundos para a viagem

- Foto: Arquivo pessoal

Em semana marcada por manifestações, estudantes do IFSUL Venâncio Aires, participantes do grupo Sol de Teatro, foram selecionados para congresso em Malta. Gabriel Gusson, Jeferson Ribeiro, Samuel Teixeira e Theo de Lima Goes apresentarão dois projetos ligados a temas sociais.

O evento, que ocorre de 9 a 11 de outubro, considerado um dos mais importantes do mundo, é realizado pela Sociedade Internacional de Educação Através da Arte. Contudo, a participação acarreta em custos elevados e, buscando arrecadar R$ 32 mil necessários, os alunos realizam uma vaquinha online denominada “IFSUL em Malta”.

Além da vaquinha online, eles realizam duas peças teatrais. Os eventos ocorrem nos dias 25/05, 26/05, 01/06, 08/06 e 09/06, na Sociedade de Leituras, e contam com cobrança de ingresso. “O nosso grupo não é desenvolvido financeiramente. [...] Também estamos desenvolvendo duas peças teatrais aqui em Venâncio, que é o Pequeno Príncipe e a Jornada”, destacou o aluno Jeferson Ribeiro.

 

Projetos selecionados

Um projeto selecionado se chama “Valorizando a Vida”, que foi desenvolvido depois de pesquisa sobre depressão e suicídio em Venâncio Aires. A partir disso, os colaboradores foram até escolas para conversar, de forma descontraída, com alunos. Ele já foi apresentado na MOVACI 2018 e na Mostra de Produção de 2018. O projeto, que é realizado pelos alunos Jeferson Ribeiro e Theo de Lima Goes, recebeu uma moção de aplauso na Câmara de Vereadores.

O projeto desenvolvido por Gabriel Gusson e Samuel Teixeira, denominado “No escuro eu me enxergo”, foi desenvolvido a partir de uma peça do grupo de teatro. No antigo espetáculo “Histórias no escuro" os espectadores eram vendados e passavam por diversas experiências sensoriais. Agora, os colaboradores buscam estudar o comportamento das pessoas e como o teatro sensorial os transforma. O projeto já foi apresentado na MOVACI 2018 e foi selecionado para congresso de arte educação em Curitiba-PR.

 

c