Venâncio Aires Mai 06, 2019 Crédito: Four Comunicação

Escola do Chimarrão recepciona visitantes da 15ª Fenachim

Insumos para o preparo da bebida símbolo da Festa são distribuídos gratuitamente no Chimarródromo

- Foto: Divulgação

Tão bom quanto tomar, é saber fazer. É com este lema que a Escola do Chimarrão recepciona os visitantes da 15ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim), junto ao Chimarródromo, logo na entrada do Parque Municipal do Chimarrão. No local, os visitantes aprendem o preparo de 36 diferentes tipos da bebida, que é símbolo do Rio Grande do Sul e confere a Venâncio Aires o título de Capital Nacional do Chimarrão. No mesmo local, o público pode preparar o seu mate – com água quente e erva-mate fornecidas gratuitamente - ou ainda aprender o preparo da bebida. 


O Instituto Escola do Chimarrão, organização não-governamental e sem fins lucrativos, tem como proposta cultuar as tradições e difundir a bebida, resgatando-a como hábito cultural e patrimônio dos gaúchos. “Nosso objetivo é fazer com que as pessoas que visitam a Fenachim saiam daqui com mais conhecimento do que quando chegaram. Nos propomos a divulgar a história, os benefícios e a sociabilidade que o chimarrão proporciona”, ressalta o diretor da Escola do Chimarrão e embaixador de Venâncio Aires, Pedro Schwengber. “Queremos que as pessoas apreciem o chimarrão e saibam porquê estão tomando”, reforça ele. 

Aulas gratuitas – Que tal aprender a preparar um chimarrão? Os visitantes que passarem pelo estande da Escola têm a chance de acompanhar uma aula gratuita, com demonstrações práticas que incluem a escolha da erva e a cuia ideal para cada preparo. Além disso, saem da festa com um certificado de especialista em chimarrão. “É o momento de tirar dúvidas e dar dicas. Quem acompanhar tudo e fizer um chimarrão, ganha esse certificado como forma de reconhecimento”, enfatiza o diretor da Escola. 

Ao todo, são 36 tipos de chimarrão, que estão expostos para quem quiser conhecer. Todos com um significado especial. Estão expostos: da engrenagem, furo alto, estrela, canhoto, da praia, da flor, ponte, tapado, amargo, poço, primavera, apaixonado, do prego, furo quadrado, invertido, escovado, mate doce, da colher, namorados, tradicional, homenagem, china pobre, achego, toca de tatu, vulcão, riscadinho, xadrez, peão pobre, ferradura, formigueiro, ventania, roda de carreta, da copa, repartido e meia lua. 

c