Tabaco Mai 23, 2018 Crédito: João Paulo Heck e Veridiana Röhsler / RVA

Audiência Pública promovida pela Câmara Federal discute estratégias para a COP 8

A Conferência das Partes ocorre na Suíça em outubro e uma das pautas deve ser o contrabando de cigarros no Brasil

- Foto: Afubra

Audiência Pública em Brasília, nesta terça-feira, 22, discutiu a participação de representantes da cadeira fumageira na COP 8. A Conferência das Partes ocorre em Genebra, na Suíça, de 1º a 6 de outubro. A iniciativa de promover a reunião foi da Comissão da Agricultura da Câmara Federal, atendendo requerimento do deputado Alceu Moreira (MDB).

Além de membros da Comissão, estiveram presentes entidades, como a Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil) e o SindiTabaco (Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco), bem como a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco. O prefeito Giovane Wickert também participou como representante da Amvarp (Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo) e do município de Venâncio Aires - maior produtor de tabaco do Brasil.

O presidente da Câmara Setorial, Romeu Schneider, acompanhou a audiência. Em entrevista à reportagem da Rádio Venâncio Aires, ele destacou a importância do encontro, mas lamentou a falta de informações sobre a pauta da Conferência. Ao mesmo tempo, criticou a realização da COP 8 no mesmo período das eleições no Brasil. Segundo ele, essa iniciativa compromete a presença de políticos em Genebra

O grupo reunido nesta terça-feira voltou a constatar da preocupação do governo em inibir a fumicultura, ao mesmo tempo em que se despreocupa com o crescente contrabando de cigarros no Brasil. ACOP 8 será realizada em outubro, em Genebra, na Suíça.

c