Venâncio Aires Set 21, 2017 Crédito: Bruna Cunha

Distribuição de correspondências pode ser afetada nos próximos dias devido à greve dos Correios

Alguns funcionários do setor de distribuição em Venâncio Aires aderiram à greve nacional

- Foto: Divulgação

Funcionários dos Correios de Venâncio Aires também aderiram à greve nacional. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul, além da greve, os trabalhadores definiram em assembleia um calendário de atividades com piquete, manifestações e concentração em frente aos locais de trabalho.

Na unidade dos Correios de Venâncio Aires, os funcionários se concentraram em frente ao local. Conforme o carteiro, Lucas de Melo, que atua na área há pelo menos quatro anos, entre os motivos da greve estão a reposição salarial e a possibilidade de privatização.

A paralisação ocorre em 20 estados do Brasil. Os principais motivos para os funcionários aderirem à greve, é a postura e a proposta que a empresa apresenta aos trabalhadores, o que não faz qualquer menção a questão financeira. Segundo os carteiros paralisados, a empresa retira e rebaixa um grande número de direitos conquistados ao longo de décadas. Depois de debater amplamente a campanha salarial, os trabalhadores aprovaram a greve por tempo indeterminado e construíram uma agenda de atividades para os próximos dias.

Pelo fato de alguns funcionários do setor de distribuição em Venâncio Aires aderirem à greve, a entrega de correspondências pode ser afetada. Quem precisar retirar alguma correspondência, pode se encaminhar até os Correios do município, das 14h as 17h.

c